Loading...

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

A Política dos três P e a justiça social brasileira.

Vamos recordar aquilo que nossa história oficial e aqueles a quem a registra não querem e nem sequer interessa! Que tal brincarmos e passearmos em um jardim e uma praça que um dia foi palco deste genocídio e seu chão banhado de sangue? 111 foram o número oficial de detentos cruelmente assassinados e também o número que alguns políticos de São Paulo tinham como seu número de TRE e concorriam as eleições com o perverso lema: “Bandido bom é bandido morto”. Longe estou eu de defender criminosos, mas os direitos humanos existem para todos e a justiça deveria também servir igualmente a todo mundo, sem distinção de cor, social ou gênero. O velho e antigo deitado ainda vale para os dias de hoje: No Brasil só é preso e condenado e passa a fazer parte do sistema carcerário os três P: Preto, pobre e puta e esta terrível constatação se originou do que os escravos recebiam em troca dos trabalhos forçados: Pão (aquele que o diabo amassou), Pau (a qualquer ato de insubordinação) e Pano (uma única peça de roupa durante o ano todo, sendo esta do tecido mais vagabundo e barato). Acho que ainda temos ranços a superar e injustiças a serem reparadas e fatos que jamais podem ser esquecidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário