Loading...

domingo, 31 de maio de 2009

Agradecimento aos trabalhadores da última hora.

Valeu pessoal!!! As apresentações foram um sucesso e o comparecimento a sala Multimidia e a participação do público também. Um abraço a todos que participaram e enviaram os seus videos trabalhos. Os melhores videos eu postei abaixo e todos os trabalhos serão publicados no Youtube no meu canal linkado ao lado. Até a próxima postagem.

Marcos Aurelio

Video Sobre o Meio Ambiente- Superação 2009

Este video foi feito e apresentado pelas alunas da 8ªC: Amanda Dantas, Larissa dos Santos,Henrique Barbosa,Natalinancy,Felipe Santos e Jean Mike, durante o evento cultural superação na E.E. Profº Lourival Gomes Machado no dia 30/05/2009.

sábado, 30 de maio de 2009

SUPERAÇÃO 2009- SEMANA DO MEIO AMBIENTE

Este video foi elaborado e apresentado pelas alunas da 8ªD: Camila,Jaqueline,Natália, Nathalia e Thais, durante o evento cultural superação em 30/05/2009 na E.E. "Profº Lourival Gomes Machado".

SUPERAÇÃO 2009- E.E."PROFº LOURIVAL GOMES MACHADO'

Este vídeo foi elaborado e apresentado pelas alunas da 8ªC: Thainá,Thais Correia,Thamyres,Gabriela e Marcia durante o evento cultural superação na E.E."Profº Lourival Gomes Machado".

SUPERAÇÃO 2009- E.E."PROFº LOURIVAL GOMES MACHADO"



Este video foi elaborado e apresentado pelos alunos da 8ª C: Ana Caroline, Jéssica dos Santos e Danielly Salles durante e evento cultural Superação 2009, realizado no dia 30/05/2009 na escola E.E. "Profº Lourival Gomes Machado".

SUPERAÇÃO 2009 - E.E."PROFº LOURIVAL GOMES MACHADO"



Vídeo elaborado e apresentado pelos alunos da 8ª C: Aline. Kleber, Leticia, Ivone , Paloma e Thaís.

SUPERAÇÃO 2009- LOURIVAL-1ºC

Este Vídeo foi elaborado pelos alunos do 1ºC: Wallace,Nicolas, Vinicius Kamio e Vinicius Floripes.

Superação 2009 - E.E.Profº Lourival Gomes Machado

Video realizado pelos garotos da 8ªD para a Superação realizado na escola no dia 30/05/2009


Trabalho feito pelos alunos :Fábo,Jeferton , Mike,Paulo e Rafael da 8ªD.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Meio Ambiente - Aquecimento Global


Pessoal o tempo passa e estou aguardando ansiosamente novas e boas postagens sobre o tema. Dê a sua opinião: Cite sete formas concretas para que eu possa fazer um mundo melhor, melhorar o meio ambiente e não contribuir ainda mais para o processo de degradação ambiental e o aquecimento global. Quero imagem, texto e video se for possível.
Um abraço a todos e espero voces no sábado as 13:00 horas no Superação. Se eu comentei sua postagem seu trabalho foi selecionado e será apresentado.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

O (DES)CONCERTO DAS NAÇÕES


A ESPADA, A CRUZ E A FOME

"A espada, a cruz e a fome foram os instrumentos da conquista das gentes e das terras daquilo que chamaram novo mundo. submetidos pela força das armas os habitantes da América, foram escravizados pelos europeus. Em alguns lugares, viram com espanto chegarem a terra outros homens de pele escura. Trazidos de muito longe nos navios, vinham também para extrair das pedras o ouro e a prata, ou transformar em ouro, com seu trabalho o produto das fazendas e dos engenhos.

segunda-feira, 18 de maio de 2009

O (DES)CONCERTO DAS NAÇÕES

Chegada de Cortéz a Vera Cruz em 1519.
Mural de Diego Rivera.


OS DEUSES DE PELE DURA

Aquele era um mundo "Não menos povoado e organizado que o nosso", nas palavras de Montaigne, escritor do século XVI. Não é de estranhar, portanto, "o justo espanto em que caíram essas nações. Ao ver chegarem inesperadamente homens brabudos, (...) montados em grandes monstros desconhecidos de quem nunca vira um cavalo (...); usavam coletes de pele luminosa e dura e armas cortantes e resplandecentes (...); acrescentam-se os raios e os estrondos de nossas armas (...)." Confusos, alguns nativos imaginaram que fossem deuses. Com seus artefatos de guerra, os europeus chegavam para ficar.

O (DES)CONCERTO DAS NAÇÕES


AS MUITAS NAÇÕES DA AMÉRICA

Os europeus desembarcaram em terras onde já havia antigas nações, diferentes entre si. Algumas centralizadas, outras organizadas em pequenas comunidades com línguas, costumes e religiões bastante diversos. Estima-se que havia, em todo o continente, cerca de 25 milhões de habitantes nativos, dos quais hoje restam muito poucos.
Mas os europeus acharam aqueles povos muito parecidos em sua estranheza. Selvagens cujo único destino era a submissão a outro tipo de nação: as monarquias ocidentais e cristãs da Europa.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Salve 13 de Maio?


Salve 13 Maio! Dia Nacional de Denúncia contra o Racismo

O Brasil foi o último país do mundo a abolir a escravidão. No dia 13 de maio "comemoramos" a abolição da escravatura, mas, vejamos a situação atual do negro no Brasil, após há exatamente 121 anos de "liberdade":

Total de pobres no Brasil

Brancos/as

Negros/as

53 milhões

37%

63%

Total com renda abaixo de R$120,00

30%

70%

Lembramos, inclusive, que o Brasil é o país que, fora da África, concentra a maior população negra. É também o país onde os negros são a parcela da população mais atingida pela exclusão social: baixa remuneração, desemprego, piores moradias, maior taxa de repetência, menor expectativa de vida e altos indíces de mortalidade infantil. Em função disso, como podemos dizer que os negros são livres se relegamos a eles os piores índices. Penso que o 13 de maio só terá sentido quando a sociedade brasileira discutir esses números.

OBS: VEJA TODO O TEXTO NO SITE: http://www.fema.edu.br/arqNoticias/361mai.htm

segunda-feira, 11 de maio de 2009

O feitiço vira contra o feiticeiro



O nacionalismo e o lucro justificaram a expansão imperialista européia e, mais tarde, norte-americana. Mas, por outro lado, o nacionalismo foi também um sentimento capaz de unificar nações e culturas diferentes em países africanos e asiáticos sob a bandeira da descolonização. Alimentou durante meio século a resistência dos vietnamitas contra sucessivos invasores. Esteve presente em países como cuba, no momento da afirmação revolucionária e diante da longa agonia.

As fronteiras do capital


O Estado-Nação se impôs historicamente como a única forma de organização das sociedades. Ele foi um instrumento fundamental para a acumulação do capital, para o exercício da dominação e do poder político. Ao longo do tempo, sua política expansionista foi mudando de forma: o imperialismo no final do século XIX, alimentado pelos nacionalismos europeus, significou exportar capitais que tinham pelotões armados à sua frente.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

AINDA RECEBENDO TRABALHOS SOBRE TIRADENTES


Apesar do prazo para as postagens sobre Tiradentes ter se esgotado, eu continuarei lendo e recebendo trabalhos até o último minuto antes de fechar a notas do primeiro bimestre. Portanto mãos a obra trabalhadores da última hora.
Um abraço a todos

Obs: Não esqueça de responder a questão-problema:
_ Qual foi a "verdadeira" história de Tiradentes?